É interessante que você conheça o teste CS e a sua importância, pois o Card Sharing é bastante conhecido por aqueles que são adeptos do mundo satélite como uma solução para que se tenha acesso a determinados canais. Há pouco tempo, o teste CS vem sendo bastante conhecido e usado por ingleses, nórdicos e italianos, onde o principal objetivo é de compartilhar o acesso a alguns sistemas, como por exemplo o NDS Sky.

Além disso, os sistemas de encriptação, o qual é impossível de desencriptar por conta das suas barreiras de segurança, atualmente se pode extrair as suas informações por meio da emulação, usando os sistemas de teste CS.

Saiba mais sobre o teste CS e a sua importância

 
Se você quer saber sobre o teste CS e a sua importância, um usuário brasileiro pode fazer o compartilhamento de um cartão de forma virtual com um inglês, por exemplo, e assim ter acesso ao NDS, onde o inglês fica com mais acesso aos canais compartilhados e podendo ainda serem compartilhados com outros amigos.

 
Caso você não saiba como funciona o teste CS, saiba que ele consiste no partilhamento de um ou de vários cartões de decodificação por meio da internet, funcionando por meio da conexão de dois ou de mais receptores. Assim, em um dos receptores é colocado um cartão decodificado de um certo operador, onde o primeiro equipamento possui o funcionamento como servidor ou receptor, em que se ê os dados do cartão decodificador e passa para os outros receptores, o que faz com que esse funcione como se tivesse o cartão original.

 
Dessa forma, na prática, ele permite que somente um cartão assinante possa abrir os sinais nos outros receptores que se encontrem permanentemente conectados por meio da internet ao servidor ou receptor que possui o cartão. Além disso, os receptores ainda podem se encontrar conectados em uma mesma casa ou então em estados ou até mesmo países diferentes. No entanto, não são todos os receptores que funcionam como o CS.

 
Com isso, diferente disso, são poucos os que conseguem fazer funcionar tal sistema, pois a principal condição é de ter a ligação com a internet, porém, os mais conhecidos são os Dreambox, Azamérica S900HD, Azbox Elite HD e Azbox Premium HD.

 
Vale lembrar ainda que para isso é preciso que o aparelho tenha uma entrada RJ-45, os quais são provenientes de um firmware específico e de um emulador, em que com as devidas configurações é possível interagir entre si. Por isso, diferente do que muitos pensam, não se trata de um sistema em que são partilhadas as imagens ou então o sinal de satélite ou cabo, mas sim pelos dados de decodificação do cartão.

 
Além disso, para que se evite as más interpretações, lembramos sempre que as marcas dos equipamentos recomendados são os receptores FTA que são completamente normais e legais, e só apresentam o funcionamento em CS quando são alterados por firmware original.

 
Outra informação ainda quanto ao CS ou Card Sharing é que esse é um sistema usado apenas para poder decodificar os canais de televisão a cabo, não se tratando somente de um sistema que compartilha imagens ou sinal de satélite, mas os dados de decodificação do cartão.

 
Assim, de uma maneira resumida, o funcionamento segue uma lógica, ou seja, através de dois ou mais receptores FTA conectados em rede, um dos receptores irá ser o servidor em que será colocado o cartão da operadora de televisão a cabo e que lê os dados do cartão e passa para os outros receptores, que nesse caso irão ser os clientes, fazendo que funcione como o cartão original.

 
Mas, na prática, é permitido que somente um cartão de assinante abra o sinal em outros receptores que se encontrem conectados por meio da internet ao servidor. Portanto, se você queria saber sobre o teste CS e a sua importância, saiba que essa é uma técnica que garante o compartilhamento do cartão do receptor da operadora de TV a cabo entre os vários usuários usando a internet.