Apesar de os nomes serem semelhantes, existem muitas diferenças tanto na composição quanto na utilização das válvulas de retenção e das válvulas de bloqueio.

O mercado de válvulas auxiliares oferece diferentes tipos de componentes com aplicações específicas para uma ampla escala de uso em diversas modalidades industriais.

Estes dois tipos de válvulas são muito utilizados em empresas de petróleo e gás, industrias navais, tubulações de fluidos e muitas outras indústrias em geral.

Qual a diferença entre válvulas de retenção e válvulas de bloqueio?

O presente artigo se destina a orientar e esclarecer diversas dúvidas sobre o assunto, buscando fornecer o máximo possível de informações relevantes para os leitores.

O que é uma válvula?

A válvula é um dispositivo que permite a regulagem do fluxo de fluidos, podendo ser em forma de líquidos, gases, óleos, água e outros. Resumidamente, as válvulas abrem e fecham para controlar a passagem de diferentes fluidos.

Elas são muito empregadas no controle de pressão, funcionamento de tubulações, caldeiras e demais equipamentos que funcionem transportando algum tipo de substância.

Cada modelo de válvula possui características peculiares que vão servir para uma determinada função industrial, embora algumas ainda tenham aplicações bem parecidas.

Válvulas de bloqueio

As válvulas de bloqueio são aquelas que interrompem o fluxo de substâncias em um dos lados, permitindo a passagem dos compostos apenas pela outra direção.

As válvulas dessa classe podem ser aplicadas em linhas de uso geral e funcionam de forma plena apenas quando estão totalmente abertas ou totalmente fechadas.

Existem cinco tipos principais de válvulas de bloqueios que estão dispostos logo abaixo.

  1. Válvula esfera

A válvula esfera possui um obturador esférico em seu corpo tubular, oferecendo passagem cilíndrica aos compostos. Elas são muito empregadas na indústria naval e podem permanecer abertas ou fechadas.

  1. Válvula globo

Este tipo de válvula possui o formato de um globo e controla diferentes níveis de vazão, podendo ser usadas em sistemas com aberturas e fechamentos frequentes.

  1. Válvula borboleta

A válvula borboleta é excelente para fluxos de baixa pressão. Ela é disposta por um disco de roda ao redor de seu eixo, que fica paralelo ao fluido quando aberta e perpendicular a este quando se encontra fechada.

  1. Válvula Gaveta

Este modelo possui um sistema de vedação por obturador, contando com uma pequena obstrução da passagem das substâncias quando se encontra completamente aberta.

A válvula gaveta é muito utilizada em sistemas industriais que não precisam ser abertos ou fechados frequentemente.

  1. Válvula agulha

A válvula agulha é utilizada em linhas de vapor e conta com um plug agulha como seu elemento de vedação. Seu funcionamento é muito parecido com o da válvula globo.

Válvulas de isolamento  

As válvulas de isolamento são aquelas que tem a função de isolar um sistema em um determinado trecho especifico.

Elas possuem duas entradas para os fluidos. Quando um desses lados é vedado, o outro permanece disponível para a passagem do fluxo.

Existem dois modelos principais de válvula de isolamento, que são as válvulas de bloqueio absoluto e as válvulas de retenção:

  1. Válvula de retenção

As válvulas de retenção são aplicadas em locais em que se deseja prevenir a reversão de um fluxo de forma automática.

Elas são utilizadas para bloquear o fluxo e não controlar sua vazão, permitindo o seu escoamento em apenas um único sentido.

Elas são muito aplicadas em sistemas de vapor, ar, carvão, gás natural ou outros fluidos de alta e baixa temperatura.

Por usarem a própria energia do fluxo para gerar trabalho, elas não necessitam da ação de uma força externa ou humana para operar.

  1. Válvula de bloqueio absoluto

A válvula de bloqueio absoluto é muito utilizada para bloquear gases e líquidos, pois não permite nenhum tipo de vazamento em seus fluxos.

Ela ainda possibilita um bloqueio muito rápido e pode ser empregada em qualquer trecho e posicionamento dentro das tubulações.

Conclusão

As válvulas são responsáveis por desempenharem diferentes papeis nas aplicações industriais e prediais da vida cotidiana.

Porém, como visto ao longo do texto, elas têm características diversas quando comparadas umas às outras.

Desta forma, as válvulas de retenção e as válvulas de bloqueio permitem um fluxo de fluidos apenas em um de seus trechos, isolando o outro canal.