O tubulão de aço é muito utilizado em processos civis, como construções de viadutos, redes de esgoto, edificações de grande porte e outros.

São caracterizados por uma espécie de fundação profunda de concreto com base alargada e menor diâmetro do fuste, que pode ou não ficar submersa na água ou na terra.

Para que serve um tubulão de aço?

O presente artigo foi escrito com o intuito de esclarecer algumas dúvidas sobre questões que englobam as características fundamentais e o funcionamento dos tubulões de aço.

O que exatamente é um tubulão?

O tubulão é um elemento de fundação profunda feito em concreto moldado in loco que tem como funcionamento o transporte de cargas estruturais para solos com maior capacidade de suporte.

No tubulão encontramos uma base mais alargada, proporcionando, desta forma, um diâmetro de base maior que no do fuste.

Essa característica permite que a maior parte da capacidade de carga do objeto derive do contato da base com o solo, no tempo em que a estaca resiste aos esforços provenientes do contato da lateral com o mesmo solo.

Tipos de tubulões

Existem dois tipos de tubulões, que são eles: os tubulões a céu aberto e os a ar comprimido, sendo estes últimos, em sua maior parte, revestidos em aço.

Aqui nos concentraremos aos tubulões a ar comprimido, devido aos mesmos apresentarem revestimento em aço.

Tubulão a ar comprimido

O tubulão a ar comprimido é uma fundação profunda escavada de forma mecânica quando se tem o objetivo de executar tubulões abaixo do nível da água.

Em sua grande maioria, eles são revestidos de aço para auxiliar na escavação do fuste e podem ou não apresentar base alargada.

Nesse tipo de fundação, é requerido muito cuidado por parte da equipe devido às atividades serem executadas sob a presença de ar comprimido.

Como os serviços são realizados sob pressões superiores à 0,15Mpa, deve sempre estar disposta no local de trabalho uma equipe médica, câmara de descompressão, reservatórios de ar comprimido e compressores.

Execução dos tubulões de aço

Como se trata de escavações abaixo do nível aquático, deve-se primeiro aprumar o revestimento metálico do tubulão sobre a superfície do terreno.

Os próximos fragmentos de revestimento metálico devem ser devidamente soldados na medida que a escavação manual do poço vai se realizando.

Quando os tubulões atingem o nível da água, é que são realizadas as instalações da campanula de ar comprimido na superfície, permitindo assim os trabalhos à seco.

A campânula de ar comprimido é uma composição de várias peças presas umas às outras, através de porcas, vedações e parafusos, que serve para pressurizar a câmara através de um processo de compressão.

A campânula também tem a função de oferecer segurança aos profissionais que estejam trabalhando no local, pois é por ela que os trabalhadores passam para poderem trabalhar em situação de ar comprimido.

Após atingir o nível d’água, o tubulão deve ser concretado para preencher sua base. Este concreto é introduzido através da campânula por meio de uma espécie de cachimbo.

Após o processo de concretagem, o tubulão deve permanecer comprimido por pelos menos seis horas.

Conclusão

Os tubulões são fundações profundas de concreto realizadas para compor processos de construção civil que ficam submersos em água ou na terra.

Em situações onde ele é revestido por aço, sua base geralmente é alargada para conseguir suportar uma maior capacidade de carga sem sofrer danos.

Desta forma, suas laterais ficam acopladas ao solo, permitindo que a estaca suporte seu atrito com as camadas de terra ou água.

Sendo assim, o tubulão de aço, apresentado ao longo do texto, tem como função compor sistemas de construções onde se deseja trabalhar embaixo da água, sendo necessária a inserção de gás comprimido para que os operários possam executar suas funções.