Quando o assunto é mudança residencial, um dos primeiros pontos que gera preocupação para muitas pessoas é como lidar com a organização. Em meio a tantas caixas e pontos que exigem cuidados, atribuir um bom processo para reorganizar a vida nem sempre é uma das tarefas mais simples, não é mesmo?

Como é de conhecimento geral, a cozinha é um dos ambientes mais usados em nossa residência e, por isso, talvez seja um dos locais que exige um maior planejamento na hora de manter a organização em dia.

Mudança residencial: como organizar os itens da cozinha?

Manter esse cômodo organizado nem sempre é uma tarefa simples, porém, se você levar em conta um bom esquema de planejamento e cuidados básicos, poderá deixar tudo incrivelmente perfeito sem grandes problemas.

Nesse artigo você entenderá como manter sua cozinha bem organizada, permitindo que esse ambiente se mantenha ainda mais agradável e convidativo.

Caixas de mudança sem estresse

Não adianta: quando acabamos de realizar uma mudança residencial, o que mais acomete uma grande parcela das pessoas é o impulso de querer deixar tudo em ordem de maneira rápida. Só que justamente esse tal impulso pode ser o vilão de todo esse processo.

Por mais que você tenha se planejado e tentado organizar tudo da melhor maneira possível, é preciso levar em consideração que os imprevistos são muito mais recorrentes do que se possa imaginar.

E o que fazer nessa hora? – Ter paciência! Já ouviu falar que “a paciência é uma virtude”? Pois bem, e nesse momento isso não poderia ser uma colocação mais assertiva.

Aqui, é preciso avaliar a sua condição – se você por acaso se mudou para uma residência maior do que a que morava antes, poderá se deparar com espaços extras, o que pode até mesmo acabar facilitando sua vida em determinados pontos na hora de se organizar.

Contudo, se o seu caso é justamente o contrário, e você acabou de se mudar para um ambiente menor, certamente poderá se deparar com um grande desafio, visto que deverá aproveitar todos os espaços de forma realmente inteligente na hora de acomodar seus pertences.

Uma dica bem interessante para esse momento é tentar planejar uma agenda, considerando quantos dias em média você poderá precisar para colocar “sua vida” em ordem daqui para frente.

Todo esse planejamento, na verdade, irá depender essencialmente da quantidade de itens que você armazenou nas suas caixas de mudança. Em geral, para espaços mais reduzidos, um prazo ideal seria de aproximadamente uma semana – e se tiver que recorrer à ajuda de alguns amigos ou familiares, não hesite, pois essa pode ser uma grande salvação em meio a todo o sufoco.

Faça tudo com calma e sem querer atropelar as coisas – afinal, depois a recompensa de ver tudo organizado no seu devido lugar será muito maior, certo?

Deixando a cozinha perfeita no tempo certo

Primeiramente, tenha em mente que a cozinha é um ambiente que possivelmente você não conseguirá usar nos primeiros dias da sua mudança – e o estresse ou até mesmo a ansiedade não mudarão essa condição. Por isso, permita-se organizar esse ambiente e todos os utensílios com calma, pois isso facilitará muito a sua vida posteriormente.

Uma dica é já tentar separar de forma antecipada itens como pratos, copos talheres, panelas ou demais utensílios que você eventualmente poderá usar no dia a dia – deixe esses itens em locais mais acessíveis nos armários, pois isso irá lhe agregar grandes facilidades.

Já nos locais de acesso mais difícil, procure guardar utensílios que são apenas usados esporadicamente ou em ocasiões especiais.

Alguns especialistas em decoração recomendam que os itens de tamanho maior, como eletrodomésticos ou panelas, por exemplo, sejam sempre organizados primeiro.

Já as louças, pratos e coisas menores devem ficar por último em todo esse processo de organização – isso se justifica por conta de que, ao iniciar pelos itens maiores, que em geral ocupam muito mais espaço (não somente dos armários, mas também pelo volume das caixas de mudança), fica mais fácil que você consiga visualizar o volume de coisas menores que possui.

Outra dúvida bastante recorrente refere-se ao armazenamento de alimentos – alimentos congelados ou já preparados anteriormente. A dica é sempre optar por usar potes de vidro, pois são transparentes, o que permite muito mais organização e também economia de tempo, visto que você não precisará abrir o pote para saber o que há dentro dele. O vidro também garante um melhor cuidado com a higiene.

Se tiver espaço na sua cozinha, procure separar um armário destinado apenas para o armazenamento dos alimentos – uma dispensa é um ótimo artifício para o dia a dia.

A mudança residencial requer boas doses de organização, e nem sempre é um processo fácil, mas, com planejamento e paciência, você atingirá seu objetivo antes mesmo do que pensa.