O aço é um material extremamente presente em nosso cotidiano. Suas aplicações são infinitas, como na construção civil, meios de transporte, produtos domésticos, embalagens, tubulações e peças industriais, equipamentos agrícolas, entre outros. Em escala industrial, ele se encontra disponível em diversos tipos de chapa, como a chapa expandida, chapa perfurada, chapa fina, entre outros.

Além de sua versatilidade, um aspecto muito favorável do aço é a sustentabilidade de seu uso. Isso se dá porque o material é 100% reciclável. Essa informação é fundamental para entendermos os motivos pelos quais a lata de aço tem se tornado um meio de embalagem tão utilizado.

Consumo consciente

Uma pesquisa do grupo Ibope apontou que 66% dos brasileiros consideram a preservação do meio ambiente algo importante, ainda que isso impacte a produção e a economia do país. 92% dos entrevistados afirmaram estar cientes do aumento da temperatura global e 90% disseram que consideram esse problema grave ou muito grave. As estatísticas comprovam que as preocupações com ecologia e com usos sustentáveis de recursos naturais estão em constante crescimento.

Latas de aço: opção sustentável

Além da sociedade civil, as empresas também buscam explorar maneiras mais sustentáveis de produzir, não só como meio de preservar a natureza, mas também para agregar valor à marca e aos produtos. Na Europa e no Japão, as leis são mais rígidas em termos de questões ambientais. Nesses locais, as embalagens em aço são extremamente utilizadas no setor de alimentos e bebidas.

Vantagens

As latas de aço têm como pontos positivos a segurança alimentar e a inviolabilidade. Além disso, podem ser recicladas e, se descartadas na natureza acidentalmente, levam um período de três a dez anos para se decomporem por completo e retomarem seu ciclo natural. Se você pensa que esse tempo de decomposição é longo, compare com outros materiais: o plástico leva mais de 100 anos para se decompor, o alumínio não se decompõe em menos de 500 anos e o vidro pode levar cerca de um milhão de anos para finalizar o processo.

Reciclagem

O Brasil é um dos países que mais reciclam latas em alumínio, reciclando aproximadamente 50% do que é produzido. Mesmo assim, ainda fica atrás de países como Alemanha, Holanda e Áustria, em que essa porcentagem pode chegar a 80%. O reaproveitamento de materiais para embalagem reduz a emissão de dióxido de carbono e economiza a água e a energia gastas em sua produção.

Produção econômica

A produção do aço gasta 3 vezes menos energia do que a produção do alumínio e aproximadamente 9 vezes menos água do que a produção do papel. A versatilidade do aço faz com que a lata que um dia esteve na casa do consumidor se torne uma nova lata, uma tesoura ou um arame na mesma casa, por exemplo. O uso do aço também limita o consumo de combustíveis fósseis.