Ir ao dentista pela primeira vez, pode ser considerado um dos momentos mais engraçados de toda sua vida. O misto de emoções encontradas ao entrar no consultório e deitar na cadeira odontológica (conhecida corretamente, como consultório Gnatus), é muito grande e não tem como não recordar com alguns risos. Mas é claro que isso não é exclusividade de ninguém, e muito menos uma regra que se aplica em todos também.

As crianças costumam sonhar com muitas profissões quando pequenas, mas com certeza, o dentista merece um destaque especial entre as milhares opções. Na verdade, a área de saúde tem muito do gosto dos pequenos, como os próprios dentistas, veterinários, médicos, entre tantos outros. Mas essa escolha normalmente deixa de fazer parte dos planos de muitas delas, logo após as duas primeiras visitas ao consultório. Também acontece de a decisão pesar a favor justamente nessas visitas, e com a queda dos primeiros dentinhos de leite.

Formação

O-estudante-de-medicina-precisa-se-aplicar-integralmente-aos-estudos-para-conseguir-se-formar.Bom se tudo fosse fácil como parece, quando se tem 10 anos. Principalmente na medicina, se formar e virar um profissional, significa abrir mão de muita coisa e se entregar de corpo e alma pra que exercer a profissão que ama. Tanto no vestibular, como na formação e ainda mais depois dela também. E para o segmento odontológico não é diferente, o normal é que cada aluno ou futuro profissional, faça parte do sistema acadêmico especializado de 6 a 8 anos no mínimo, entre faculdade e mais algumas especializações.

Sem falar que grande parte desses anos de estudo e formação, o aluno se acostuma a viver sobre intensa pressão, além de grandes dificuldades (em todos os sentidos), para conseguir se formar. Um exemplo muito comum, acontece quando os alunos novos saem do Brasil para países vizinhos (Bolívia, Argentina, Peru, etc.) em busca da formação acadêmica, por encontrarem maior facilidade nas condições para conseguir o tão almejado diploma. Claro que tudo vale a pena, depois que você começa a trabalhar dentro de sua área e conquista o seu próprio consultório.

Construindo o profissional

Tudo-vale-a-pena-quando-o-consultório-começa-a-ser-equipado.Mas como em todas as profissões, todo esforço vale a pena quando você sente que chegou a hora de colocar a mão massa, e dá início a construção do seu próprio nome. Claro que leva tempo até começar a comprar equipamentos pessoais, quem dirá montar uma clínica ou ingressar em algum grande lugar. Mas já serve de um grande passo emocional e de certa forma profissional, começar a comprar fotopolimerizador, acessórios odontológicos, e claro o consultório Gnatus.

E nessa fase de construção do consultório – e não somente na construção de um consultório -, é muito curioso observar que esse processo, se assemelha bastante a um jogo de video game. Primeiro você começa com algumas ferramentas de nível mais fraco, e conforme o seu trabalho vai aumentando, o seu consultório consegue se evoluir, e conquistar novos e melhores equipamentos.

Sonho realizado

Com o tempo, tudo entra no lugar. O mais importante de tudo, é não jogar tudo pro alto durante o caminho, já que cada vez mais, é comum que pessoas se formem em um segmento e trabalhem em outro. Por isso, faça valer o esforço de cada dia a mais de trabalho e estudo, para não deixar que o seu empenho seja desconsiderado mais pra frente.