Os estiletes são ferramentas manuais constituídas por uma lâmina, geralmente retrátil, utilizada para cortar diversos tipos de material flexível. Entretanto, é preciso ressaltar que se trata de um utensílio cujo manuseio pode causar acidentes. É necessário utilizá-lo com cuidado. Veja algumas dicas:

Comprimento

A utilização do estilete é bem simples. A lâmina é longa e permanece retrátil dentro da alça. Uma alavanca permite que o usuário controle a quantidade de lâmina a ser exposta para efetuar o corte. A lâmina geralmente possui pequenos cortes em intervalos iguais que permitem que a ponta seja quebrada e descartada quando já estiver gasta, dando lugar a uma nova parte, mas afiada. O ideal é expor apenas duas dessas partes na hora de fazer o corte. Para materiais mais espessos, é possível expor mais a lâmina, mas é preciso cuidado, pois quando se expõe uma grande parte da lâmina, fica mais fácil de o metal quebrar.

Dicas de utilização de estiletes

Caminho de corte

Quando se está cortando um objeto, pode acontecer de o estilete atingir um ponto fraco, fazendo com que a ferramenta deslize mais rapidamente. Isso pode causar acidentes ou cortar superfícies que não deveriam ser cortadas, prejudicando o projeto. Por este motivo, é importante definir um caminho a ser seguido. Para que você não se machuque, nunca utilize o estilete em sua direção, siga sempre no sentido contrário. Verifique se não há ninguém não direção em que está cortando e posicione a outra mão longe do trajeto do utensílio.

Lâminas quebradas

Quando há dificuldade para fazer um corte, pode ser que a lâmina esteja desgastada. Para trocá-la, é necessário quebrar a lâmina no corte demarcado. Isso deve ser feito com muito cuidado para que não ocorram ferimentos: segure a base do estilete com uma das mãos e um alicate com a outra. Com o alicate, quebre a ponta da lâmina e descarte-a. Deslizando a alavanca, você conseguirá expor uma ponta nova. Algumas marcas possuem um acessório específico para quebrar a parte cega da lâmina.

Utilize uma pressão média para fazer os cortes – isso evita que as pontas se desgastem rapidamente. Esteja atento ao som e à textura das superfícies por onde o estilete passar para perceber se o corte está eficiente. Para superfícies mais densas, a dica é passar o estilete várias vezes, ao invés de aumentar a pressão de corte.

Descarte Apropriado

Por serem cortantes, o descarte de lâminas de estiletes deve ser realizado com cuidado. Separe um recipiente (caixa, garrafa ou lata) que possa ser descartado juntamente com as lâminas. Esse conteúdo pode ser levado a um posto de reciclagem ou a ferros velhos, mas procure acumular uma quantidade considerável antes de descartar. Você também pode ir a hospitais ou postos de saúde e questionar sobre procedimentos de descarte hospitalar.