Cada vez mais pessoas estão morando em apartamentos e isso por “n” motivos, que não precisamos listar, contudo há algumas limitações em relação as casas. Quem mora em apartamento pode ter um animal de estimação sim, mas é preciso alguns cuidados para que o bichinho se adapte bem e fique seguro. Mais do que um lugar para fazer as necessidades é preciso sair com o pet, instalar telas de proteção e outros, saiba mais.

Gato ou cachorro

Cachorro

É mais fácil ter gato em apartamentos, pois estes são um pouco mais independentes que cachorros, fazem menos barulho e bagunça, mas há quem não troque um bichano por um cachorro.

Tem gente que acha que os cachorros são mais amáveis, contudo algumas raças não podem ser criadas em apartamento devido a falta de espaço, principalmente se for um apartamento pequeno. Por outro lado, gatos precisam de cuidados com higiene e local para tomar sol. Já os cachorros precisam de tempo para tomar sol, além de espaço para correr, passear e marcar seu território.

Instalar telas de proteção

Tela de proteção

As telas de proteção são imprescindíveis para quem um bichinho no apartamento ou sobrado. Feitas de polietileno, nylon ou outro material de fios trançados, as telas de proteção evitam que os bichinhos caiam do apartamento. Conhecidas também como redes de proteção, as telas duram muitos anos e diminuem os risos de quedas também de crianças e os próprios adultos.

Local específicos para necessidades

Os donos devem estabelecer um local para que o animal possa fazer suas necessidades. O ideal é que seja em um lugar que não incomode as pessoas, como varanda ou área de serviço, podendo ser usados jornais velhos, toalhas higiênicas que diminuem o odor, além de caixas higiênicas para gatos.

Quem tem cachorro pode levá-lo para fazer as necessidades fora do aparamento, diminuindo as chances de odores ruins no apartamento, mas se houver um local apropriado, os bichinhos não terão que se segurar.O que diminui os risos de infecções por conta de segurar.

Onde dormir

Não é indicado que os animais durmam nas camas com seus donos, pois pode trazer doenças de um para os outros. Os bichinhos podem dormir em casas, camas ou colchões higienizados. Será necessário fazer a limpeza periodicamente para evitar doenças.

Também é preciso usar vermífugos, dar banho de acordo com o animal e pelagem. Gatos fazem a própria limpeza, mas ocasionalmente será necessário dar banho, já os cachorros devem tomar banho de acordo com o pelo e tamanho, mas não é recomendado banhos diários, pois comprometem o crescimento dos pelos e podem até mesmo adoecer os animais.

Veterinário e pet shop

VeterinárioQuem tem um animalzinho sabe que é preciso levá-lo ao veterinário, principalmente nos primeiros meses de vida, onde serão aplicadas as primeiras vacinas e vermífugos para evitar vermes e outras complicações. O veterinário pode auxiliar quanto nas atividades e que tipo de ração dar para o melhor desenvolvimento do bichinho.

No pet shop, o criador pode levar o animal para tosa, banho, contudo existem lugares que oferecem outros serviços, como ofurô, para diminuir o stress, salão de beleza pet, além de oferecer brinquedos, roupas, acessórios e até mesmo hotel, quando os donos viajam e não tem onde deixar o cãozinho ou gato.

Demais cuidados

Seus animais precisam se alimentar todos os dias, basta deixar a comida em um lugar apropriado e deixar que comam quando estiverem com fome, mas tenha cuidado para que eles não comam muito e fiquem obesos. Além disso, é preciso evitar que os animais fiquem sedentários e estressados. Animais que vivem em apartamentos estão mais sujeitos ao stress, principalmente por se sentirem presos e sozinhos.

Sempre que possível saia com o seu animal e estimule a fazer atividades com brinquedos e com vocês mesmo.

Um animal precisa de atenção, carinho e é preciso responsabilidade. Não basta só querer ter um animal é importante cuidar dele. Leve-o sempre que possível para fazer correr e brincar, principalmente se for cachorro, já que eles precisam da companhia de outros cachorros, já que na natureza eles vivem em matilhas, com hábitos bem específicos, que necessita da companhia de outros. Exercícios e atividades com outros cachorros fazem com que tenham uma vida mais ativa e uma aparência saudável.