Ter um brinquedo pode ser uma grande diversão para uma criança, mas também pode representar em algum grau um enorme risco para ela. A saúde e a segurança dos pequenos devem ser preservadas acima de tudo, mas nem por isso eles devem deixar de brincar, e é por esse motivo que todos os brinquedos vendidos no país devem conter o certificado Inmetro!

Não importa se o produto é nacional ou se é importado: a certificação do Inmetro se faz obrigatória se o produto vai ser comercializado no Brasil, e é sabido que os brinquedos feitos para o público pré-adolescente também devem passar por esse tipo de inspeção!

Quer saber mais sobre o certificado Inmetro, a sua importância e como ele é conseguido? Veja então esse texto, aonde esclareceremos essas informações e várias outras!

A certificação Inmetro hoje é compulsória

Por muito tempo não foi assim, mas o fato é que nos dias atuais a certificação compulsória é uma realidade nos brinquedos que são comercializados dentro do território nacional.

A ideia é que dessa forma sejam evitados vários tipos de riscos que esse tipo de produto pode trazer para as crianças, ainda que eles não sejam facilmente identificáveis e compreensíveis para os seus consumidores.

Os riscos muitas vezes podem aparecer quando o brinquedo é utilizado de forma equivocada, claro, mas também acontecem se ele é usado da forma a qual se propõe, e é por esse motivo que o Inmetro desde 2005 tem a sua certificação compulsória baseada inclusive na Norma Mercosul, seguindo então os padrões internacionais de qualidade que um produto desse cacife deve ter!

Como ocorrem os testes de certificação do Inmetro?

Para que um brinquedo tenha o certificado Inmetro é necessário que ele passe por uma série de testes e provas, promovidos por organismos que são abalizados pelo próprio Inmetro.

As avaliações aplicadas se dão a partir do tipo de brinquedo que está sendo examinado e claro, também se dão em conta do material a partir do qual ele é fabricado.

Além disso, outros pontos são relevantes, como o tipo de uso que se intenciona com esse brinquedo e claro, a forma de utilização que as crianças de diferentes faixas etárias podem vir a dar a ele. Entre os ensaios feitos estão…

  • Os de queda e de impacto, que verificam se aparecem partes cortantes ou pontiagudas no brinquedo em questão;
  • Os de mordida, que tem o objetivo de verificar se é possível ocorrerem cortes a partir de pontas perigosas, e se é viável que se soltem partes do brinquedo, que podem ser tragadas pela criança;
  • Os de tração, que analisam a chance de surgir ponta perigosa e da criança cair sobre essa ponta;
  • Os de química, que veem se há algum tipo de metal pesado na constituição desse brinquedo, de modo a torna-lo prejudicial à saúde no seu uso;
  • Os de inflamabilidade, que analisam se o brinquedo em questão entra em combustão, e se isso acontecer se é possível que o fogo atinja o corpo da criança;
  • Os de ruído, que veem o nível de ruído do brinquedo e analisam se ele está dentro do que se espera para a legislação;

A importância do certificado Inmetro nos brinquedos

Como se dá a confirmação de que o brinquedo é certificado?

Uma vez que o brinquedo passou por todos os testes aos quais precisava se expor é hora de ver se ele foi aprovado ou não. No Brasil um brinquedo só será comercializado se tiver o certificado Inmetro, e esse certificado só é dado aos brinquedos que foram aprovados em todos os ensaios aos quais se submeteram! Não vale ser aprovado em todos, menos um! É preciso gabaritar!

Esse selo contém a marca do Inmetro e pode vir impresso na embalagem no brinquedo, pode estar em uma etiqueta adesiva e também pode ser fixada no produto, ou em etiquetas de pano (como ocorre com as pelúcias, por exemplo).

Os produtos que contém brinquedos com o objetivo de eles serem brindes devem também apresentar informações sobre essa peça na sua embalagem, informando e garantindo a segurança dela!

Informação importante

No nosso país, não é permitido fabricar, vender, importar ou comercializar qualquer tipo de brinquedo que seja similar a uma arma de fogo! Isso foi proibido desde a instituição do Sistema Nacional de Armas, fixado a partir da Lei de número 9437!

A ideia é que assim os pequenos não desenvolvem o gosto por armamentos e se tornem assim pessoas mais violentas. No Brasil, a morte por armas de fogo ainda é uma realidade e o combate à violência passa também pela educação das crianças!

Como você pode bem ver o certificado Inmetro é mais do que necessário, porque garante que os brinquedos são realmente seguros e de fato funcionais a partir de seus propósitos! Sendo assim, não compre um que não tenha o selo, jamais, pelo bem da sua criança!